sábado, 31 de janeiro de 2009

ISSO É FÓRMULA 1

O que você vai assistir agora, mostra o que é a Fórmula1 da atualidade. Você verá um teste de um motor Renault no dinamômetro. Ele vai a 18.000 giros, com 160 decibéis de ruído e gera 800 HP. Composto de 5000 peças, sendo que dessas, 1500 são móveis, ele consome 70 litros a cada 100 quilômetros o que representa 1,4 quilômetro por litro. São necessárias 6 semanas só para a fabricação do virabrequim e 15 dias para a sua montagem. Aumente o som porque esse merece.

video

(dica do DellaBarba que é o Papa dos motores a ar)

8 comentários:

Buonanno disse...

ehehehehe fraquinho, né? E a injeção de gasolina?

E a pista só poderia ser uma, né? É aquela que separa os homens dos meninos...

F250GTO disse...

Que sinfonia hein?
As reduções de marchas até arrepiam.
As vezes 3, 4 marchas pra baixo...
Lindo, lindo.

Cuore Sportivo disse...

A escolha da pista não poderia ser outra.

regi nat rock disse...

Ouvir esse motor no dinamometro ou ouvi-lo tocando música (como no evento da Renô no Ibirapuera) é de arrepiar qq um com no mínimo uma gota de gasosa nas veias.
Alucinante!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Estupidez de tecnologia e desempenho.
O som vem de brinde, mas acreditem; Um retrocesso daqueles cavalares não faria mal algum, senti falta.
E os coletores de admissão? Não existem (e já faz tempo). É uma verdadeira cachoeira de combustível, uma indecencia os bicos despejando a mistura direto nas vávulas de admissão, logo abaixo das cornetas. Restringir pra que? Direcionar pra que? Despeja de uma vez e acabou, o vácuo se encarrega, coisa de louco.
"Leio mas não escrevo"
Claudio Ceregatti

Buonanno disse...

Ceregatti, disseste tudo. Também fiquei impressionado com a cachoeira de combustível.

Pensando bem, nem gastam tanto assim. 1,4 km/litro. Se bobear é mais econômico que meu FlexPower. hahaha

Pé de Chumbo disse...

Ô Loko!
Que bérro!!!

Joel Marcos Cesetti disse...

Muito bom! E que ronco hein!


abs