sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

NELSON...o RODRIGUES...

"Sequestro"...por Nelsão Rodrigues, Comparsa...

O comprimento da escada não era suficiente para chegar até a janela, e o policial barrigudo ficou pendurado no parapeito. Uma refém acabou voltando ao cárcere privado, com os auspícios da polícia. Acabou a bateria do celular do negociador, inventaram de explodir a porta, não suspeitaram que havia uma barricada atrás e o seqüestrador atirou nas duas reféns.


Uma refém acabou tendo morte cerebral, seus órgãos foram retirados e enviados para transplante. Temia-se que houvesse algum problema, mas o coração, o pâncreas, o fígado, os rins e as córneas foram transplantados. Um funcionário do quarto poder chegou a dizer que "no fim, tudo acabou bem".

No meio da operação, o pai de uma refém passou mal e apareceu sendo carregado numa maca. A polícia de Alagoas o reconheceu como sendo um dos presumíveis assassinos do irmão do ex-governador de Alagoas. O cara fugiu e nem foi ao enterro da filha, ao qual compareceram milhares de desocupados, que usavam os celulares para filmar o cadáver.

Depois, o quarto poder começou a explorar as famílias dos receptores dos órgãos, numa uma verdadeira extorsão emocional. Os pais dos receptores choram e agradecem à família da doadora, o que inclui também o pai, pistoleiro das Alagoas.

Daí, aparece o parente de um receptor de órgãos agradecendo ao seqüestrador pelo desmonte da refém. Depois dos comerciais, aparece o patriarca de importante família alagoana também agradecendo ao seqüestrador pela oportunidade de encontrarem o pistoleiro conhecido como "Amarelo", assassino de Ricardo Lessa.

Três meses depois, a refém sobrevivente sai na capa da Playboy e resolve a situação financeira da família. Passado um ano e meio, o seqüestrador se candidata a deputado federal por Alagoas e ganha.
Assim é o país que você vive, e a maioria desses, somos nós que colocamos lá para governar esse então desgovernado.......BRASIL!
(reprodução e dica F250GTO/caricatura - Comparsa LAN)

6 comentários:

Regi Nat Rock disse...

Primeiro mail que respondo neste ano.
Um abraço aos comparsas.

E começamos bem a la Nelson Rodrigues.

O outro diz que aqui é o pais da piada pronta.
Eu diria que é o pais da mediocridade insolúvel.
Todos só querem saber do "queromeu" (nada a ver com vc R. Nardini...)
Alguns acham que a saida é Cuba, outros que é a China mas, cada vez mais, acho que a saida é Cumbica mesmo.... direto pra Plutão, pois Marte tá muito perto...

Mas, como não tem jeito mesmo, sigamos o conselho onírico-erótico, cada vez mais necessário e atual e vamos conhecendo as muy hermosas primas do Desfalque, bem como a caixa postal inesgotável do Caio para nosso deleite visual, enquanto tentamos entender essa nova ortografia que manda tirar o acento (preferia outros assentos...) e outras traquitanas que só fazem confundir...

É, comecei o ano com acidez intelectual talvez para reverenciar o Nelson Rodrigues.

Abraço moçada e vamoquivamo..

Regi

Primo disse...

Sobrenatural de Almeida explica...

Anônimo disse...

Celular? Na época em que escrevia não existia...

Carlos disse...

Acabei de fuçar o Correio da Manhã, jornal de Portugal...
Não pensem vocês que esses acontecimentos são privilégios do Brasil, não...

jovino disse...

Afinal, isto é uma ficção que mistura Nelson Rodrigues com o caso Eloá e termina com a eleição do próprio sequestrador? Jovino

Helio Herbert disse...

"A vida como ela é"