sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

O SOM DO COMPARSAS - LED ZEPPELIN



Ultimo disco regular, já era o fim de uma gloriosa carreira...

16 comentários:

jovino disse...

Esta música é uma viagem. O interessante sobre o Led Zeppelin é que o seu empresário nunca deixava divulgar nenhum filme deles, pelo menos para o grande público, ninguém conhecia nada, nenhuma imagem e que só foi divulgada exatamente em grande estilo através deste filme. Muitos se decepcionaram quando viram o Robert Plant, um grande ídolo para a gente, todo bichoso assim.
A uns dez anos atrás ou mais, estava eu passeando em Lenções, na Bahia, quando fico sabendo que o Jimmy Page estava circulando na cidade e até tinha uma casa numa chácara e era casado com uma argentina, pois foi descoberto por um maluco (hippie) que gritou e se ajoelhou diante dele e aí todos o descobriram e ele não teve mais sossego na cidade, pois circulava por lá e até tirava um som nas noites de luar, mas ninguém sabia quem ele era, apenas conhecido como um inglês que tocava uma viola. O bom da história é que eu tive o prazer de apertar a mão de um dos meus grandes ídolos do Rock.
Não sei se ele ainda está casado com esta argentina e nem se tem a referida casa ainda.
Jovino

PacMan disse...

Jovino,
Esse foi o understatement do seculo( desculpem,não conheço uma palavra tão boa em portugues,vai em ingles mesmo).Dizer SÓ que o cara tá todo bichoso? Isso aí é uma vergonha,vai ser bicha assim lá na...
A musica realmente é otima,mas o filme e o som não "casam".

regi nat rock disse...

O fim de feira do Zeppelin, foi isso mesmo. Fim de feira. Pelo meio do caminho, parece que perderam o tesão pela coisa. O início foi glorioso.
O Pacman, retratou bem, apesar de eu não conhecer essa porra de palavra em ingles (meu dicionário verbal é mais uga-uga). Enfim musiquinha maneira e mais nada.

Helio Herbert disse...

Falando em bichoso,parece que nesse período histórico da musica o que não faltou foram os personagens andrógenos,nós também tivemos alguns representantes tupiniquim, alguém se lembra de algum?...Tem até Ministro no meio!

jovino disse...

Helio, alguns personagens meio andrógenos aqui no Brasil foram os Secos e Molhados, a banda paulistana Joelho de Porco (que tinha um visual a lá Kiss), Casa das Máquinas e muitas outras que não me lembro agora.
Um grupo que também marcou época foram as Frenéticas (eu era apaixonado pela Lidoca, a mais gostosa do grupo. abaixo o video da música Perigosa, grande sucesso no final dos anos 70.
http://www.youtube.com/watch?v=9UYrzDobZNI&feature=related
Jovino

F250GTO disse...

Sem esquecer do Sergei, uma figuraça fazendo um estilo bichoso/hippie.
Hoje com mais de setenta anos nas costas continua do mesmo jeitão...

Helio Herbert disse...

O Sergei que o nobre colega citou,se não me falha a memória,diz ter tido um affair com a Janis Joplin quando veio ao Brasil,me parece que havia mais um cara nesse menage a trois.

jovino disse...

Tem uma entrevista de umas 3 paginas em uma revista que não me lembro agora em que ele conta todo o caso que teve com a Janis desde lá nos USA. A Janis veio várias vezes ao Brasil e ficava, se não me engano, em Cabo Frio e Buzios, mas não era conhecida por aqui e até cantava em Pubs por aquela redondeza e tomava todas, principalmente, uma bebida da época, um tal de Fogo Paulista ou algo parecido que ela adorava. O Sergei conta que uma vez foi para a praia com ela e mais um inglês e rolou um clima com a Janis, mas ele preferiu o inglês quando viu a bunda branca dele. Enfim, rolou um bacanal entre os três.
Jovino

Primo disse...

Boa lembrança Helio.
Segundo consta, o terceiro personagem da historia encontrou a Janis perambulando por Copa após ter sido expulsa do hotel, e levou a fofa pra casa, junto com o Sergei, que contou o seguinte: ele queria dar pro cara, que queria comer a Janis, e no fim o proprio Sergei jura que comeu a Janis na areia...vixeeeee

F250GTO disse...

Putz! Só aqui mesmo!
Quem dira?
O Sergei comendo a Janes Joplin à milanesa...

Jonny disse...

Comparsas:
1)o som não casa simplesmente pq é uma edição do tal Edgar, que pegou trechos do filme The Song Remains The Same, no Brasil Rock é rock mesmo (arghhh!!!). No caso, Robert Plant está cantando Stairway to Heaven. All of my Love faz parte do péssimo disco In Trough The outdoors, uma bobagem realizada por contrato, em que o Plant gravou numa cadeira de rodas devido a um acidente de carro. E o baterista não era mais o glorioso fodão das baquetas, John Bohamm, falecido de vido a uma overdose de 2 garrafas de vodka.
2) O período bichoso da música começou com o grande camaleão David Bowie, e seu glitter/glam rock. Outros, bem mais tarde, vieram mais bichosos alterados ainda: Twisted Sisters, Sweet, Journey, Reo Speedwagon, Europe, Quiet Riot e pq não, até o Van Hallen com seu vocalista original, Dave Lee Roth.
3) A revista que saiu esta entrevista do Sergei foi na Rolling Stone brazuca. Mas, cá entre nós, o Sergei foi muito mais macho que todos nós, pq encarar aquela baranga drogada não devia ser fácil, afeee!

Helio Herbert disse...

Mais macho não,mais bêbado!!!

jovino disse...

Jonny, Em 1968, se não me engano, o Led Zeppelin tirou os Beatles das paradas de sucesso de Londres com Wolla lotta love, até então, Tom Jobim havia desbancado os Beatles com Garota de Ipanema, acho que em l964.O Jimmy Page estava com a mão machucada neste disco, por isto, não tem grandes solos e ele foi feito realmente para cumprir contrato, mas em algumas partes do disco quem dá o show é o grande John Bohamm, com grandes contra-tempos na batera, sua marca.
Quando começou o período bichoso do rock, digamos pesado, apareceram também os mais tranquilos como Dave Still Nash Young, o próprio Neil Young com carreira solo em que fez verdadeiras pérolas como o disco Harvest, o melhor dele para mim. A revista que saiu a entrevista é a Vip de agosto de 2000, inclusive, tenho ela e tem bem mais páginas com bastante fotos com a Janis na praia com os seis a mostra e segurando uma garrafa de uisque.
Jovino

jovino disse...

Corrigindo, a revista da matéria sobre a Janis em 1970 no Rio foi a TRIP e não VIP.
Jovino

Jonny disse...

boa, Jovino...foi na Vip mesmo..mas acho que li algo semelhante na RS...e realmente tinha me esquecido do Page com problemas na mão..Na boa, este disco nem precisava ter saido.

Primo disse...

Como dizia um amigo luso quando desdenhávamos da beleza de alguma prima...´´já comi coisa pior e paguei´´
Portanto, Sergei macho vc forçou Careca. Bebado a gente come muita merda...huahuaaaaaaaa