sábado, 21 de fevereiro de 2009

O SOM DO COMPARSAS - TIM MAIA



Tempos de Carnaval pede som brazuca, e deu saudade do balanço do velho síndico, TIM MAIA.
Quem já viu uma passagem do som do cabra diz que é coisa de louco: exigente ao extremo, mala, chato, mas de uma competência ímpar. Isso sem falar que faltar a ensaio e até em shows não era novidade.
Grande TIM, descanse em paz...

4 comentários:

Pé de Chumbo disse...

Cambada, voces estão me devendo umas visitas no meu blog.

Tô me sentindo abandonado feito cachorro de rua...

HH sempre passa lá, joga uns ossinhos pra mim, ehehehe...

Helio Herbert disse...

Uma grande figura."O Brasil é o único país do Mundo onde Puta tem orgasmo...Cafetão tem ciúmes...Traficante é viciado e pobre é de direita"
Grande Tim ...

Primo disse...

Tim era perfeccionista na qualidade do som, a temporada nos EEUU fez com que ficasse viciado nisso.
O sobrinho mala segue a mesma linha, mas tá ha anos-luz do talento do tiozao...

jovino disse...

Existem algumas pessoas que desenvolvem determinados sentidos mais do que as outras e o Tim Maia, era um destes, que tinha uma sensibilidade e ouvidos bem apurados e que percebia determinadas coisas que os outros não percebem. Um outro exemplo musical é o João Gilberto (muitos o acham um chato)é como aquele piloto que consegue acertar mais um carro do que o outro e aí é onde faz a diferença. Eu por exemplo, nunca me dei bem com kart, a minha sensibilidade para acertar um era péssima.
O Tim falou uma fez no programa do JÔ que só transava com meninas de 13, 14 anos e que quando cheirava tinha uma vontade louca de virar boiola(entenderam, né). Teve um destes especiais da globo que ele ensaiou e quando era para fazer o programa, ele simplesmente, deu o cano. A solução foi editar os ensaios e colocar no ar (acho que era o CHICO e Caetano). Na mesma globo, ele tinha uma música que fazia parte da trilha sonora de uma novela e era tema de um dos principais personagens e a globo o escalou para se apresentar no programa do faustão e ele simplesmente não foi e aí a globo, como punição, tirou a música dele do ar.
Para mim, juntamente com Cazusa, foi uma das maiores perdas da MPB dos últimos anos, apesar, que o Cazusa,se tivesse se cuidado, poderia estar vivo até hoje,pois conheço gente que tem o virus a uns 30 anos e ainda não desenvolveu a doença.
Jovino