quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

URGENTE , MANDE PARA O SEU CHEFE !



Trabalhar demais aumenta risco de demência !
Uma pesquisa liderada por cientistas finlandeses sugere que excesso de trabalho pode aumentar o risco de declínio mental e, possivelmente, de demência.Demência é um termo genérico que descreve a deterioração de funções como memória, linguagem, orientação e julgamento. Existem vários tipos de demência, mas o Mal de Alzheimer, com dois terços dos casos, é a forma mais comum.O estudo analisou 2.214 funcionários públicos (tinha que ser!) britânicos de meia idade e descobriu que aqueles que trabalhavam mais de 55 horas por semana tinham menos habilidades mentais do que os que faziam o horário normal. Portanto, quando seu chefe disser que você esta muito devagar, responda que está apenas poupando o seu cérebro, e evitando despesas adicionais para o plano de saúde da empresa! E de quebra, aproveite e veja as configurações dos cérebros masculinos e femininos . A reportagem completa : http://cienciaesaude.uol.com.br/ultnot/bbc/2009/02/25/ult4432u2046.jhtm
(reprodução - BBC Brasil)

3 comentários:

jovino disse...

Adorei. Só que o homem pensa em sexo 24 horas por segundo, portanto, o espaço para sexo está muito pequeno ainda.
Quanto a mulher, tem que aumentar o espaço para shopping, elas pensam mais em shopping do que homem em sexo.
Agora, a política de não ocupar muito a memória com coisas fúteis, tipo trabalho, já coloco em prática a muito tempo, por isto, não assumo mais responsabilidades nenhuma aqui no trabalho, vou levando a vida como ela é.
Jovino

Roberto Zullino disse...

Sou radical nessa história, elas querem apenas nos dominar, mulher é bom na hora do sexo, mas como sexo é o oposto.
Se mulher não tivesse buxxta, eu nem cumprimentava.
Como diz o M, porco chauvinista é a mãe, pelo menos chamem de misógeno que é mais elegante.

Pé de Chumbo disse...

Tô com você, Zullino!

O pior é que a gente faz cada loucura por causa de uma buxxta...

Parece até feitiço, sô...

Ass.:
Porco Chauvinista
(com muito orgulho!)