terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

VELHOS!


Uma velha senhora foi para um safári na África e levou seu velho vira-lata com ela. Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta de que estava perdido. Vagando a esmo, procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e caminha em sua direção, com intenção de conseguir um bom almoço. O cachorro velho pensa: “Oh, oh! Estou mesmo enrascado!” Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão por perto. Em vez de apavorar-se mais ainda, o velho cão ajeita-se junto ao osso mais próximo, e começa a roê-lo, dando as costas ao predador. Quando o leopardo estava a ponto de dar o bote, o velho cachorro exclama bem alto: “Cara, este leopardo estava delicioso! Será que há outros por aí?” Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um arrepio de terror, suspende seu ataque, já quase começado e se esgueira na direção das árvores. “Caramba!” Pensa o leopardo, “essa foi por pouco! O velho vira-lata quase me pega!” Um macaco, numa árvore ali perto, viu toda a cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira: em troca de proteção para si, informaria ao predador que o vira-lata não havia comido leopardo algum. E assim foi rápido, em direção ao leopardo. Mas o velho cachorro o vê correndo na direção do predador em grande velocidade, e pensa: “Aí tem coisa!” O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o que interessa e faz um acordo com o leopardo. O jovem leopardo fica furioso por ter sido feito de bobo, e diz: “Aí, macaco! Suba nas minhas costas para você ver o que acontece com aquele cachorro abusado!” Agora, o velho cachorro vê um leopardo furioso, vindo em sua direção, com um macaco nas costas, e pensa: ”E agora, o que é que eu posso fazer?” Mas, em vez de correr, pois ele sabe que suas pernas doídas não o levariam longe, o cachorro senta mais uma vez dando costas aos agressores e fazendo de conta que ainda não os viu, diz: “Cadê o safado daquele macaco? Tô morrendo de fome! Ele disse que ia trazer outro leopardo para mim e não chega nunca!” Moral da história: não mexa com cachorro velho. Idade e habilidade se sobrepõem à juventude e intriga. Sabedoria só vem com idade e experiência.


(Dica do Belair que vai usar essas táticas. Mas só quando ficar velho)

19 comentários:

Buonanno disse...

Pena que seja verdade só na história porque na vida real os jovens dão de dez a zero em nós.

regi nat rock disse...

Menas, Bonani, menas, como diria famoso comunicador de massas e degustador de outros acepipes liquidos; A moçadinha só leva vantagem na eletronica, sorte deles, culpa nossa que, como primeiro brinquedo damos um laptop.
No mais,a boa e honesta "velhacaria" funciona.
E muito.

911 Turbo disse...

É complicada essa discussão....concordo em partes com vcs.

jovino disse...

Moral da história. A experiência é quem manda.
Jovino

Buonanno disse...

Enxergam, ouvem e comem melhor.

São mais rápidos, tem melhores reflexos e, portanto, guiam melhor.

Têm mais disposição, mais saúde, são mais ágeis e têm mais pique.

Têm mais cabelo, são bonitos e elegantes. Aínda tem as orelhas e o nariz e a barriga no tamanho normal. hahaha

Têm raciocínio muito mais rápido e maior agilidade.

Tudo funciona, principalmente o principal.

Ah, mas nós temos a experiência. Para quê? Quem tem mais de 40 anos hoje está acabado para o mercado profissional. Infelizmente.

jovino disse...

Buonanno, não é bem assim não. Já vi reportagens em que eles estão trazendo de volta profissionais mais experientes e até aposentados, pois o mercado de trabalho está bastante exigente e a falta de profissionais formados ou com boa formação e com experiência está bastante em falta.
Jovino

Buonanno disse...

Moral da História: "Não mexa com cachorro velho", porque ele, com incontinência urunária, pode mijar no seu pé. huahuahuahua

M disse...

Bonano,
Ainda tenho todos os cabelos, na cor original de fábrica !
Dou aula de eletrônica e computação.
Ainda guio melhor do que muito muleque.
Tenho 3 infartos, 3 stents e fumo 3 maços por dia
Menos pique, é verdade. Mas isto é ecológico: Não polui e economiza gasolina...
Menos tesão, é verdade. Mas isto agora me livra de altas encrencas...
O único "pobrema" são as letrinhas pequenas !!!

jonny disse...

Discordo em muito sobre "os acima de 40 fora do páreo".
Aqui na agência a galerinha (entre 23 e 29 anos) custou a acreditar que eu tivesse 47 anos.
Tenho mais pique que eles, bebo minhas 2 cervas toda noite, acordo as 6:30, levo meu filho pra escola, vou pra academia, trabalho (muitas vezes sou o primeiro a chegar e o último a sair), ouço uns sons bem melhores que o que eles ouvem hj em dia (vivem me pedindo dicas e cds dos anos 60, 70 e 80 emprestados)e ouço tudo qto é novidade tb, enfim...
Sigo aquela máxima que a idade é apenas um número, o que importa é seu espírito se manter jovem.
O que rola no mercado atual é o tal do Junior, o recem formado com MBA e o cacete a quatro que se acha o guru dos gurus.
Quer ação mais desastrosa de marketing que foi o que o Junior fez quando abriu aquela cratera do Metrô na marginal e colocaram lá umas gostosas distribuindo Red Bulls?
Pessoal sem noção, vade retro!

Buonanno disse...

Querem trocar a idade que vocês têm hoje por uns 30 anos?

Aun disse...

Em fase de transição e entrando na nova fase de ser papai começo a achar que a juventude é mais uma questão de espírito. Fisicamente as coisas vão piorando ao longo dos anos mas isso hoje dá para ir levando.

Meu paizão que o diga, tá nos 6.0 mas ainda aguenta uma partida de tenis na boa. Quem sabe convenço ele a participar deste blog de velhos..... :-)

Abraço a todos.

jovino disse...

Logicamente que o corpo não obedece aos comandos como antigamente,eu estou com 53, já aprontei muito e hoje não bebo, nunca fumei e sempre gostei de coisas boas como mulher, rock, carros, bebidas com a devida moderação, mas já tomei todas também, dei muito cacete em carros pelas ruas (quem que gosta de carros e velocidade que está acima dos 40 e nunca aprontou umas pelas ruas de onde mora) e somos consequência de tudo que fizemos no passado, se estamos bem ou mal,foi aquilo que consumimos.
Jonny, hoje tenho mais amizade com as molecadas do que com pessoas da minha idade e em relação a som também fiz a cabeça de muita gente e eles me respeitam muito. Daqui a pouco por exemplo, vou assistir a um show num bar aqui da banda do meu sobrinho que tocam Hendrix, Who, Led, Rolling Stones, Cream, Joelho de Porco, Mutantes,Sergio Sampaio e eles não são fracos não, são todos formados ou pela UNB ou pela Escola de Música de Brasília, o meu sobrinho por exemplo, sempre acompanha o Celso Blues Boy (batera) quando vem tocar aqui.
O que eu acho importante é o respeito e o carinho que eles têm com a gente e realmente fomos privilegiados por viver os tempos que vivemos.
Jovino

Helio Herbert disse...

Outro dia eu li um coisa mais ou menos assim ...
"Sabe o que tem de errado com a juventude de hoje? É que nós não fazemos mais parte dela..."

Buonanno disse...

Helio, também penso assim.

M disse...

Ficar velho, sem dúvida, é uma merda !
MAS por enquanto só posso reclamar das letrinhas pequenas...

regi nat rock disse...

Bonani, o que não pode é se entregar.
Ficar triste porque passou?, ora bolas, e daí? Estou com 61.5 e com o espirito sempre jovem; meio mau humorado as vezes, especialmente ao observar cagadas homéricas que a moçada apronta sem nenhuma razão que a justifique (certa ou não). Meu filho de 34 reclama que não tem pique pra me acompanhar (ele tá aí , tem o banner da radio da pg,) é só perguntar. Claro que não faço metade do que fazia mas e daí?. O que faço hoje, capricho mais, saboreio mais, curto MUITO MAIS, pois sei, serenamente, que um dia baixa o pano e saio de cena.
Mas até lá, estou em todas mermão. Seletivo, sim, mas ouço tudo e escolho o que me apetece.
Levo sorte pois minha lindinha aqui de casa entende e compartilha de boa parte dos sonhos, além de ter os próprios dela.
O negócio é viver.
Doenças, problemas, ch estourado, governos de merda, briga em familia, mortes? tudo faz parte e só cuido pra não ficar me atormentando.
Levo td a sério, mas de forma alegre, mesmo que não haja motivos pra alegria.

O viralatão aí é a nossa cara.: experiencia, sabedoria e bom humor. Oia só a cara de bonachão dele pô !
e foi vc que escolheu a foto hein....

Roberto Zullino disse...

Sei lá, não ando me olhando no espelho e acordo com o kit 18 anos, carta, carro e moto, só faltam as minas, hahahahahaha.

Virgo disse...

O cinquentão aqui continua na batalha, tá no segundo casamento, tem uma filha de 7 anos pra criar, tá procurando uma escola que me ensine a tocar baixo, pretende fazer mais uma faculdade (teologia) e está pensando num meio de conseguir se mudar para trabalhar no Canadá.
Se o pique sexual já não é o mesmo, pelo menos nunca fiz feio (até o momento). A experiência nos ajuda a evitar as frias. E nos impede de fazer as mesmas cagadas duas vezes.
velho é quem se entrega, e tem muito jovem que eu conheço que já nasceu velho...

jonny disse...

A distância que você consegue percorrer na vida depende
da sua ternura para com os jovens,
compaixão pelos idosos,
solidariedade com os esforçados
e tolerância para com os fracos e os fortes,
porque chegará o dia em que
você terá sido todos eles..

George Washington