quarta-feira, 11 de março de 2009

CHANCES DE VOCÊ VENCER UMA DISCUSSÃO COM A SUA MULHER !


Namoro, noivado e casamento. Conte aí, você venceu alguma disputa recentemente ?

4 comentários:

Pé de Chumbo disse...

Acabei de mostrar o gráfico pra dona da pensão. Como sempre, ela não concordou comigo.
E, como sempre, desisti de discutir com ela.
Ponto pro gráfico...

Roberto Zullino disse...

O casamento foi invençao das mulheres, é anti-natural, pois a monogamia não resiste à sequer à análise das carcterísticas atávicas.

O homem precisa colocar sua semente no maior número de fêmeas para perpetuar a espécie.

No terreno jurídico, com a vênia dos ilustrea jurisconsultos e rábulas daqui, o contrato de casamento não tem a menor validade, pois vejamos: um contrato requer que as partes pelo menos se conheçam ou conheçam as capacidades uma da outra. Isso não acontece no casamento, um noivo só conhece a mulher depois que casa, mas conhecer mesmo só depois que se separa.

Um contrato tem que ter prazo de validade do contrário é nulo. O contrato de casamento não tem prazo, ou melhor, tem prazo indeterminado ou inefinido.

Defendo que o único estado civil decente para um homem é a viuvez e é dos mais lucrativos em termos de arrumar mulher. Já fiz a experiência e é batata.

Um divorciado é um fracassado aos olhos femininos, ou foi chutado ou abandonou. De qualquer forma não conseguiu manter uma relação.

Um viúvo pe o contrário. As mulheres acham que é uma boa pessoa, um excelente amante, mas a força do destino lhe roubou a cara metade, igual à música do Vicente Celestino, o ébrio. Mal sabem elas.

Virgo disse...

Essa pergunta é uma grande bobagem; Lá em casa não tem discussão nenhuma: minha mulher manda, eu obedeço e zé finí....

vitão disse...

RZ, em parte a descriminação com os divorciados é verdade, mas tem também o outro lado, o do desafio de ser a última . Com essa escaramuça vou me divertindo; como você mesmo diz, mal sabem elas.