segunda-feira, 16 de março de 2009

COMPARSA JAY ENTRA NUMA FRIA !


O comediante, grande colecionador e pé-pesado (ele tem o recorde em circuito fechado para carros de produção com um Porsche Carrera GT) Jay Leno está sendo processado com relação à sua aquisição de um Duesenberg J Wood Town Sedan 1.931 . Aparentemente o carro ficou estacionado em uma garagem em New York por mais de 50 anos. O carro, com apenas 7.085 milhas no odometro ficou intocado na garagem desde que o seu proprietário , John Straus, um executivo da Macy’s morto em maio de 2.008 aos 88 anos, o estacionou lá em 1.953. O carro foi herdado de seu pai, e ficou lá porque o Sr. Straus não gostava dele. O estacionamento cobrou US$ 22.000 em taxas de estacionamento atrasadas, e leilou o carro, juntamente com um outro Rolls Royce 1.930 do Sr. Straus, para um empresa intermediária ( que nosso causídico chamaria de “Orange”) , que vendeu o carro para o Leno por US$ 180 mil (agora o comparsa entendeu a operação “vitamina C “ ?) . A ação pede indenização de R$ 1.7 milhão (que seria o valor provável de revenda do carro no mercado) mais danos morais e perdas para a sra. Wendy Lubin, filha do sr. Straus, que acusa os envolvidos de fraude e falsidade, e afirma que seu pai era incapaz de defender seus interesses devido a demência.
Ok, Sr, Straus, entendemos a sua dúvida sobre o destino dos carros, mas o Sr. ouviu falar em ZONA AZUL? O prefeito Kassab faz baratinha pro sr. (reprodução - Car & Driver)

13 comentários:

M disse...

Esta estória está mal contada !
Por estadias ou serviços não pagos, o estabelecimento tem o direito de reter o veículo e pleitear na corte o pagamento ou a emissão da propriedade em seu favor. O proprietário é citado no último endereço conhecido e por edital, e tem prazo de 30 dias para contestar ou liquidar a fatura.
Não havendo manifestação no prazo, o tribunal determina ao depto. de trânsito a emissão de título de propriedade em favor do pleiteante.
Este processo é de tramitação sumária.
Acho que a Sra. Wendy vai dançar nesta !

vitão disse...

também acho, e o sr. JL é conehcido por aplicar um jeitinho bem brasileiro na sua vida. E se mandaram a notificação pro cemitério, último endereço do sr. Straus ? Dizem que o JL conehcia a garagem do tempo em que morava em NY e trabalhava na NBC de lá.

PacMan disse...

US$22.000 por 55 anos?Em N.York????????Estacionamentozinho BARATO esse,hein?Precinho MUITO camarada!Vou levar meu BelAir pra lá...

Roberto Zullino disse...

Os causídicos aqui podem ajudar, mas uma das máximas do direito é: "O Direito não socorre aos que dormem", "Dormientibus non sucurrit juris" ou coisa equivalente em Latim. Também acho que Dna Wendy dança. Na realidade, ela deve ter tentado fazer uma marola e ver o que acontecia.

O JL é o chamado "terceiro de boa fé".

Uma Maserati foi aqui comprada por um corretor que recebeu a grana por debaixo dos panos de um grande colecionador americano que não poderia se envolver. O corretor pagou US$ 500 mil e vendeu por US$ 1,5 milhão e os 500 mil eram do colecionador, que ficou com o carro, mas legalmente o comprou nos USA. No final, pagou US$ 1 milhão a mais para não ter problema.

M disse...

Pac,
Eu pago $350/mes por uma garagem de 40', em um storage de Ft. Lauderdale. Acredito que em N.York deve ser + caro.
E pelos atrazos, o storage ainda pode acrescentar uma "late fee".
Agora vai saber desde quando o Sr. Straus deixou de pagar a bagaça.
Não está fora, não !
É melhor vc deixar o BelAir por aqui mesmo.

M disse...

Só a título de ilustração:
Estes Storages são mania nacional nos USA. E é muito normal "os cara" abandonarem carros, barcos, motos e tralhas de monte.
Os comedores-de-hamburger mudam-se esquecem ou simplesmente abandonam as jostas.
No meu Storage, todos os meses tem leilão e raramente aparecem interessados. Eu já adquirí 3 carros lá mesmo. O último foi uma Fiat 124 spider por $50.

M disse...

Zullino,
Como já dizia meu sábio avô, o seu "Dormientibus non sucurrit juris" pode ser bem ilustrado por aqui como "Cobra que não anda não engole sapo".

vitão disse...

ou falando ao contrário : pedras que rolam não criam limo - Rolling Stones ! parece que o sr. Straus era um "Resting Stone" . Diferente, mas a mesma coisa !

PacMan disse...

A conta de 55 anos por 22000 deu US$1,09/dia.Mais barato que qualquer storage.
E no próximo leilão do seu,quero estar junto.Avise por favor...

vitão disse...

Só uma correção, a reportagem não diz que ele ficou devendo desde 1.953, provavelemnte ele deixou de pagar os últimos 8 ou 9 anos, quando o primo alemão pegou forte (Herr Alzeihmer, pra quem não entendeu).

Gilles disse...

Se tudo estava em conformidade a lei americana não há o que reclamar.

Primo disse...

Como diria aquele, ´´a lei? ora a lei...´´

M disse...

Gilles,
Com certeza a conta bancaria do JL despertou a cobiça dos probos rábulas de plantão, sempre dispostos a patrocinar estas pequenas causas com indenizações milionarias.