segunda-feira, 9 de março de 2009

ENZO TINHA MEDO DE GALINHAS !


Na década de 1960, Carroll Shelby mostrou ao mundo um carro que se tornaria lendário: o Cobra. Para as pistas, porém, a Shelby precisou fazer algumas adaptações para competir com a dominante equipe Ferrari nas competições de modelos GT da FIA. Assim nasceu o CSX2601, ou o Daytona Cobra Coupe. Ao contrário do Cobra original, o cupê tinha teto e a traseira era cortada, tudo para melhorar a aerodinâmica do carro.O Daytona Cobra Coupe deixou as Ferrari para trás no campeonato de 1965 e só não ficou com o título porque o picareta do Enzo deu um jeitinho de cancelarem a etapa de Monza, porque estava cansado de ser espancado por um criadorde galinhas do Texas.
Apenas seis modelos cupê deixaram a fábrica da Shelby. O quarto carro (foto) será leiloado pela casa Mecum Auction, entre os dias 13 e 17 de maio, na cidade de Indianápolis, lar do famoso circuito de corridas.Nem mesmo a Mecum arrisca um palpite sobre os preços do Daytona Coupe, mas dada a raridade do modelo, enfrentará as Ferrari mais uma vez, fora das pistas, porém, pelo título de um dos carros mais caros do mundo. (reprodução - icarros)

10 comentários:

911 Turbo disse...

Alias comparsas,no próximo encontro levo 2 catalogos da casa Bohnhans de leilões...cada brinquedo....vixe....

Esse Shelby,não vale nada,mas pelo histórico,já chuto aqui 20 milhas....

M disse...

Xííí...
20 milhas ??? Hahahahahhhh...
O Eric tá cheirando cola...

Gilles disse...

Bateu na Ferrari / Não fez mais que a obrigação...

Helio Herbert disse...

Aliás não precisa de muita coisa para bater um jeguinho...
Na minha opinião (se é que interessa)a Barata é muito legal mais acho que se chegar perto da metade que o 911 falou já está de bom tamanho,se as vinte milhas forem de reais é claro.

911 turbo disse...

Sim...de reais.....deve dar aí uns 8 de dólar....

Roberto Zullino disse...

Não tenho certeza, mas esses Cobras foram feitos na Itália pela Carroceria Touring, a mesma que fazia os Cuningham e os Astons. A tecnologia era a chamada Supperleggera, tubular com alumínio rebitado para maior rigidez. Após a feitura da carroceria o carro era despachado para o Shellby colocar a mecânica.

Cuore Sportivo disse...

E por ironia, o Schumacher tem um.

Anônimo disse...

e pagou 4 milh~es de euros por ele.

Primo disse...

Bacana o carrinho.
Potencial para ter quase o glamour de uma Rossa...

Buonanno disse...

Se esse Maverick metido a besta bater o recorde da Ferrari 250 GT Califórnia que foi do ator James Coburn (US$11 mi)eu mudo meu nome para Carol Shelby Bunnano.

O do Schummy foram 4 milhões de euros.