segunda-feira, 27 de abril de 2009

LELLA LOMBARDI


Editando material enviado pelo comparsa Divila, sobre o GP da Espanha de 1975, para o Saloma do Blog, chama atenção uma meninona de estatura mediana no meio dos cobrões. O nome da "bella" é Lella Lombardi!

Maria Grazia "Lella" Lombardi (nasceu em Frugarolo, Alessandria, em 26 de março de 1941/faleceu em Milão, em 3 março de 1992). Teve uma participação direta em 17 GPs de F1. Marcou seus primeiros pontos na F1, no GP da Espanha de 75. Foram 0,5 pontos, pelo sexto lugar, e é a única mulher na história da F 1, que terminou uma prova na zona de pontuação.
Após um bom desempenho na F3 e F5000, no início dos anos 1970, Lombardi entrou na F1 em 1974, com um velho Brabham BT42 da Aliado Polymer Group.
Em 1975, Lella, participou de March, com os modelos 741 e 751 da Lavazza March, terminou em sexto no GP da Espanha e em sétimo no GP da Alemanha. E com o Williams FW04 da Frank Williams Racing Cars participou do GP dos EUA, mas não terminou. Em 1976, participou do GP do Brasil, com o March 751 da Lavazza March, terminando em décimo quarto. E os GPs da Inglaterra, Alemanha e Áustria, foi de Brabham BT44B, da Ram Racing.

Lella também se aventurou na NASCAR, na Firecracker 400 NASCAR, no Daytona International Speedway, em 20 de fevereiro de 1977. Curiosamente, havia mais três do sexo feminino na prova, a americana Janet Guthrie e a belga Christine Beckers.
Lombardi depois participou com carros de turismo no "Campeonato Europeu de Turismo", com o Ford Sierra Cosworth RS 500. Em 1992, a mulher que teve o seu nome esculpido na F1, não venceu sua última corrida, contra um câncer, e foi para o andar de cima aos 51 anos...tchau Lella!
(reprodução)

3 comentários:

PacMan disse...

Sempre achei que a decada de 70 não foi muito..."feliz",digamos,no que se refere à estética,design em geral;vestuário então(!),um horror...
Mas PQP, os carros de F1 eram bonitos pácarai...

jonny disse...

a melhor decada de F1 design.

Primo disse...

Lella...grande menina!
Que Deus a tenha ...