sexta-feira, 1 de maio de 2009

AYRTON SENNA - 15 ANOS



Hoje faz 15 anos que Ayrton Senna se foi.
Desnecessário falar sobre a técnica do cara, entao o COMPARSAS faz uma homenagem com um post de uma especialidade sua...a ´´flying lap´´, e num circuito próprio pra quem tem braço, Spa...

12 comentários:

jonny disse...

Achei que essa turma não ia falar nada a respeito. Muito bem, DesFalque!
Voltaste da feira de agrotóxicos a tempo de fazer a homenagem.

Como eu disse lá no Buonanno, eu tava com o Marcio Valente (hj trabalha na equipe do Tony Kannan), correndo no Ibira, mas ele com os fones de ouvido acompanhando a prova.
(Há de se dizer que naquela época o Airton não estava na sua melhor fase, daí a gente ter resolvido correr em vez de assistir a prova).
Foi qdo o Marcio me fala: - fudeu, o Senna sofreu um acidente grave e não sabem se ele tá vivo.
Pelas ruas de Moema o silencio e o semblante das pessoas tb não era dos melhores...
Cheguei em casa e ficamos acompanhando toda a trajetória até que deram a conclusão dos fatos.
A minha ficha caiu bem depois e passei chorando do nada ao lembrar dele.
A midia colaborou para a comoção geral.
No dia que o corpo chegou em Sampa, levei minha bike para a Rino, onde trabalhava, pedi licença para o diretor de criação e fui acompanhando (e chorando) da 23 de Maio até o Ibira, onde pude, junto com a multidão toda, dar minhas últimas palmas pro Airton...
Fonda!!!

Buonanno disse...

Também estava na Av. 23 de maio nesse dia.

A escolha de SPA para a homenagem não poderia ter sido melhor. O Senna adorava essa pista que exige muito do piloto. Ele ganhou "só" 5 vezes lá.

Tremendo piloto.

Primo disse...

Don Bonani, não era o maior fã do cara, mas postei Spa por ser minha pista favorita e o Senna lá, onde exige braço, matava a pau...
Encontrei o cotejo saindo de Cumbica...foi foda.

Pé de Chumbo disse...

Eu, como sempre, tava assistindo pela TV da sala, e minha mulher, assistindo no quarto...
Na hora da porrada, falei pra ela:-Se não morreu, faltou pouco...(em tom de brincadeira)...
É que lembrei do outro acidente fatal, no treino do sábado posterior, e também daquela voada do Barrichello, exatamente no mesmo lugar.
Quando os socorristas começaram a demorar pra tirá-lo do carro,minha ficha caiu...

Macarrão disse...

A torcida na família era dividida.

Tio Mi,vô Milton e meu pai torcendo para o Senna.
Eu e meu outro tio,irmão do Mi,torcedores fanáticos do Piquet.

Em casa,eu em uma tv e meu pai em outra assistindo a corrida.Na hora da batida,fui até meu pai "tirar um sarro" sem me dar conta da gravidade do acidente.
Meu pai paralisado vendo a tv me assustou e passei a acompanhar com ele o desenrolar daquele domingo.
A torcida para o Piquet continuou,mas nossos domingos nunca mais foram os mesmos.....

Francisco J.Pellegrino disse...

Esta é uma verdadeira "Volta voadora" ...deixou muita saudade.

roberto zullino disse...

Nunca torci para piloto algum a menos do Jim Clark, mas depois amadureci.
Excelente piloto, mas muito marketeiro para meu gosto. Nunca rezei para a Igreja Sagrada da Sexta Marcha.
No entanto, ele morreu para vocês torcedores hereges e ingratos, marketeiro não morre, vira Instituto.

Cesar Costa disse...

Cheio de viúvas aqui...

jonny disse...

Zullino "tudo azul com faixa amarela":
Benvindo a 2009!

roberto zullino disse...

jonny: tudo british racing green com yellow stripe.

Não acho nada demais na carreira do Senna e também não acho que piloto seja importante na F1, ganha sempre quem tem a melhor poltrona e esse é o mérito dos campeões, lutam sempre para ter o melhor carro e a melhor equipe. Na f1 a maioria guia igual.
O fato de ser ou não ser brasileiro é irrelevante em uma atividade elitista.
O frisson da morte deve-se mais ao marketing do que à morte propriamente dita, essa sim digna de reflexão.
Se há alguém que mereceria, eu disse mereceria, ser idolatrado é o Emerson, foi lá e colocou o ôvo em pé duas vezes. O resto comeu o ôvo descascado.

Pé de Chumbo disse...

Zullino, o Emerson é caso à parte, é hors concours...
Pra vc ver que ninguém ousa comparar o Senna ou Piquet com ele.
As comparações só são válidas entre eles dois, por que não dá pra comparar dois alunos com o professor, né?

roberto zullino disse...

Ué, foi o que eu disse. Tirando o Emerson que fez muita cagada em negócios, mas na pista acertou mais e abriu caminho, o resto é motorista bem pago.
Isso já dizia o Enzo.
Acho um besteirol se idolatrar ignorantes que mal e mal fizeram o primário. Admirar a pilotagem ainda vá lá, mas ouvir as peças é perda tempo. Nunca vi nenhum piloto falar alguma coisa que acrescentasse alguma coisa, o próprio Senna era um ignorante que se socorria de máximas encontradas em livrinhos de auto ajuda.