sábado, 22 de maio de 2010

HELIO CASTRONEVES = POLE INDY 500

"Agora, o piloto brasileiro é detentor de 38 largadas na primeira posição na Indy, sendo quatro no Indianapolis Motor Speedway".

Na fase final do Pole Day, Helinho assinalou logo nos primeiros minutos a média de 227,970 mph, com máxima de 228,213 mph na segunda das quatro voltas. Depois disso, acompanhou de dentro do carro e sob o sol que imperou na tarde de Indianapolis, um a um seus diretos adversários buscarem marcas que se aproximassem da dele. Quem mais se aproximou foi seu companheiro de equipe Will Power, que mesmo assim foi 0,393 mph mais lento. Assim, ao final de quase uma hora e meia de concentração máxima, Castroneves pôde comemorar aquela que seguramente foi a mais torturante e cansativa pole position de sua carreira.


Os 24 pilotos que garantiram lugar para a Indy 500, no próximo dia 30, são os seguintes (os demais lutarão pelas nove posições restantes neste domingo):

Fila 1

1 - #3 - Helio Castroneves (Brasil) - Team Penske – 227,970 mph
2 - #12 - Will Power (Austrália) - Team Penske – 227,587 mph
3 - #10 - Dario Franchitti (Escócia) - Chip Ganassi Racing – 226.990 mph

Fila 2

4 - #6 - Ryan Briscoe (Austrália) - Team Penske – 226,554 mph
5 - #77 - Alex Tagliani (Canadá) - FAZZT Race Team – 226,390 mph
6 - #9 - Scott Dixon (Nova Zelândia) - Chip Ganassi Racing – 226,233 mph

Fila 3

7 - #30 – Graham Rahal (USA) – Rahal Letterman Racing – 225,519 mph
8 - #20 – Ed Carpenter (USA) – Panther Racing – 224,507 mph
9 - #06 - Hideki Mutoh (Japão) - Newman Haas Racing – 223,487 mph

Fila 4

10 - #99 – Townsend Bell (USA) – Chip Ganassi Racing/Sam Schimidt Motorsport – 225,097 mph
11 - #22 - Justin Wilson (Inglaterra) - Dreyer & Reinbold Racing – 225,050 mph
12 - #2 - Raphael Matos (Brasil) - De Ferran Luczo Dragon Racing – 225,028 mph

Fila 5

13 - #32 - Mario Moraes (Brasil) - KV Racing Technology – 224,888 mph
14 - #21 - Davey Hamilton (USA) - De Ferran Luczo Dragon Racing – 224,852 mph
15 - #24 - Mike Conway (Inglaterra) - Dreyer & Reinbold Racing – 224,583 mph

Fila 6

16 - #26 - Marco Andretti (EUA) - Andretti Autosport – 224,575 mph
17 - #37 - Ryan Hunter-Reay (EUA) - Andretti Autosport – 224,547 mph
18 - #4 - Dan Wheldon (Inglaterra) - Panther Racing – 224,464 mph

Fila 7

19 - #8 - Ernesto Viso (Venezuela) - KV Racing Technology – 224,380 mph
20 - #23 – Tomas Scheckter (África do Sul) - Dreyer & Reinbold Racing – 224,261 mph
21 - #25 – Ana Beatriz Figueiredo – (Brasil) Dreyer & Reinbold Racing – 224,243 mph

Fila 8

22 - #78 - Simona De Silvestro (Suíça) - HVM Racing – 224,228 mph
23 - #7 - Danica Patrick (EUA) - Andretti Autosport – 224,217 mph
24 - #36 – Bertrand Baghette (Bélgica) - Conquest Racing – 224,189 mph


Links importantes:

Site oficial do Team Penske: www.penskeracing.com

Site oficial da Fórmula Indy: www.indycar.com

Site oficial da Indy 500: www.indy500.com

www.diariomotorsport.com.br/castroneves

(reprodução/Jornalista Responsável Américo Teixeira Jr./fotos divulgação)

5 comentários:

regi nat rock disse...

A história conta que tem piloto que parece ser o dono de determinadas pistas. Hélio é um desses quando o assunto é Indianápolis.
Só está faltando um título para coroar a carreira, pois é um piloto completo.
Pra ter certeza teria que sentar num F1 e provar que é bom mesmo, pois o conceito dos carros são bem diferentes, o que não diminui a conquista de hoje.
E por aqui quase ninguém dá pelota prele enquanto que, por lá, nem pode sair nas ruas sem assédio total.
Se não aparece no plim plim não existe.
PQP!!! só xingando mesmo.
O Bird comentou a respeito na entrevista com o Jô.
Veremos como se sai na corrida.
Muito legal também a Bia se classificar na frente da nervozinha Danika. deixando muito piloto bão pra trás. Espero que o equipamento aguente.

areadeescape disse...

Exato, quando li da pole do Hélio no Twitter me veio a memória o Bird falando ao Jo que Indianápolis é um mundo a parte, que o brasileiro não reconhece o que lá é feito...e o Jo nem ai...queria falar do Fissore que teve e não andava.
Que venha a corrida!
Haja cerveja

Primo disse...

A Indy tem seus limites técnicos, mas a falta de frescura torna a categoria bem legal...e lá as fofas tem vez nas pistas !
dá-lhe Bia !!!

Pé de Chumbo disse...

A Bia ainda vai botar muito marmanjo no chinelo...

Jovino disse...

Sou fã da Bia e torço muito por ela.
Agora, o Helinho, se não me engano, nunca ganhou um campeonato em sua vida, a não ser que possa ter ganho em karte, que não o acompanhei e se consagrou com as três vitórias na Indy 500.
Jovino