domingo, 25 de janeiro de 2009

GOSTA DE MUSCLE-CAR?

Então, corra! A Chrysler planeja importar sob encomenda o Dodge Challenger relançado após 25 anos. Junto com o Chevrolet Camaro e o Ford Mustang, o Dodge Challenger completa a série de reedições das três (ex?) grandes da indústria automobilística americana. Seu design é claramente inspirado no modelo da década de 70, mas o melhor de tudo é que a sua potência continua exagerada. Você poderá optar por um motor de seis cilindros com 250 cavalos ou aproveitar a fase de petróleo barato e mandar vir um 8 cilindros com 425 cavalos que faz jus ao nome musculoso. É fazer o pedido e torcer para que a Chrysler dure até a encomenda chegar, o que parece cada vez mais improvável. Entre os três, Camaro, Challenger ou Mustang, por qual modelo você optaria?
(Reprodução Folha de São Paulo)

19 comentários:

M disse...

Essa modinha de releitura já encheu meu saquinho !
Pelo design nenhum dos 3 chega aos pés dos originais.
Com relação ao desempenho, no caso do Challenger, "aquele" roxo passa por cima deste feioso.

Buonanno disse...

M, eu gosto dos antigos e gosto dos atuais. Para falar a verdade, dos atuais só não gosto do Mustang.

Teria um Camaro ou um Challenger desse tranquilamente. Sem contar que o primeiro da linha, o seis cilindros com 250 cv custa aprox. US$22.000,00. Teria tranquilamente.

Pé de Chumbo disse...

Vou dar razão ao M, tá na hora de alguém criar algo novo e parar de se inspirar em coisas de décadas atrás.
Esses dinossauros são autenticos caça-niqueis, pra "raspar o caixa" de quem gosta da marca pela marca.
Será que tá faltando projetista e designer no mercado, gente??!!...

M disse...

Ah ! O 6 cilindros eu passo. Mas o motor Hemi do SRT8 é tentador. É todo de alumínio.
A Saleen tem uma versão para este carro, com 700 HP. Nada maus, né ?
Mecanicamente interessante, mas o carro é feio.

Buonanno disse...

Para mim, 250hp já está bom demais.

Gostava do Saleen até ver um ao vivo naquela Mil Milhas de 2006 quando o Antonio Hermann trouxe os carros e eles ficaram expostos no Parque do Ibirapuera.

O carro não é feio. O único problema é que ele é enorme.

M disse...

Aquele beleza que vc viu é o S7.
Além de construir o foguete, o "seu" Saleen incrementa algumas destas "releituras". Eles tem uma versão para o Musta, e uma nova para o Challenger.

vitão disse...

Mustang Shelby GT 500.

Eric disse...

Eu vou de Camaro.
De preferencia os da primeira série,modelo ZL-1 COPO...poucos mais de 10 fabricados,com motor Graaaande 454....

M disse...

Eric,
Este que vc gosta é o IENKO, modelo de 1969, mas o motor é de "apenas" 427 c.i.

M disse...

YENKO ! (ainda não acordei..)

Eric disse...

M...meu querido.....se não me engano o 427 é Ford....o GM sempre foi o 454....

Confirma???

M disse...

NEGATIVO !
427 c.i., com certeza.
Tenho uma Corvette 68 com este motor.
O 454 c.i. veio "despois".

jonny disse...

Fecho com o Mustang, sou ganzaço desde criancinha...mas sem a anabolização do Shelby.
Camaro, que Camaro?!?!?!?

jonny disse...

leia-se fanzaço, no lugar de "ganzaço".

Buonanno disse...

jonny, para conhecer o Camaro novo é só você clicar no nome dele no texto. Eu coloquei um link que tem uma foto do bicho.

Pé de Chumbo disse...

E do Cougar, ningém gosta não?

Buonanno disse...

Pé, gostava sim do Cougar na época, principalmente das lanternas traseiras sequenciais.

Aquilo era um show. Mas falamos das releituras e essas são só as três grandes citadas no texto do post.

Pé de Chumbo disse...

Exato, Buonanno. Fizeram releituras desses falados aqui e esqueceram de fazer a releitura do Mercury Cougar.
Aquelas lanternas sequenciais eram lindas, mesmo.

Mário César disse...

As lanternas sequenciais da Cougar foram aproveitadas nos Shelby GT de 1967 em diante...
Esse embate sobre qual muscle car atual estaria na minha garagam traz algumas observações interessantes...
Não vou entrar no mérito de design,muito mais charmoso e original nos modelos de origem,mas o conforto,a tocada,e a dirigibilidade dos modelos atuais dão um verdadeiro show...E colocar um Camaro RS/SS,mais um Mustang Shelby GT 500 e um Challenger SRT-8 todos novinhos em folha,custaria UM QUINTO do preço dos seus equivalentes clásicos...
Srem contar a vantagem de poder rodar com qualquer um dos três novos sem a menor culpa,ou mesmo menor preocupação em 'acontecer algo',que nós fanáticos por carros antigos sabemos muito bem...
Resumindo: se pudesse,teria os três modernos na minha garagem,e sairia um final de semana com cada um deles...Mas se dinheiro não fosse preocupação,teria os seis,com certeza !!!!!